Hospital Regional de Ponta Porã (MS) encerra 2020 com mais de 84 mil atendimentos e 164 mil exames

Unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES); número de internações também ultrapassou 9,5 mil

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), encerra 2020 com mais de 84.536 atendimentos ambulatoriais realizados. De acordo com balanço da unidade, foram mais de 260.701 procedimentos entre o período de janeiro a dezembro de 2020 – em comparativo com 2019 houve aumento de 115%. Nesse mesmo período foram registrados 164.459 exames, 9.581 internações e 1552 partos. O hospital é gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

“Encerramos o ano com o hospital consolidado, aumentamos o número de internações, reorganizamos o setor financeiro, administrativo e durante a pandemia nos tornamos referência até para outras microrregiões do estado. É perceptível que esse modelo de gestão possibilitou um crescimento em todas as nossas áreas tanto administrativa quanto assistencial, médica e enfermagem. Queremos continuar nesse caminho, buscando sempre melhorias”, afirmou o diretor-geral, Demétrius do Lago Pareja.

O diretor técnico, Antonio Martinussi, ressalta o modelo de gestão. “Hoje temos a facilidade de executar planos, na pandemia em menos de 6 meses triplicamos o número de UTIs no hospital, adquirimos recursos com equipamentos de ponta e profissionais qualificados. Esse modelo de gestão implantado pelo Instituto Acqua trouxe toda essa facilidade e agilidade. Somos a única cidade do estado que conseguiu fazer tudo isso em tão pouco tempo”, destacou.

Samir Siviero, diretor-presidente do Instituto Acqua, lembra os desafios a partir da administração do hospital. “Aceitamos a missão de transformar a realidade do hospital e implantamos nossa gestão, com responsabilidade, transparência e eficiência. Estamos orgulhosos em ver o crescimento da unidade, ainda mais ao lembrarmos como era antes. Parabenizo os profissionais pelo trabalho e dedicação. O esforço de todos está beneficiando a população”, pontuou.

Referência – Durante a pandemia de Covid-19, o Hospital Regional de Ponta Porã ampliou leitos e se tornou referência na região para atender casos do novo coronavírus: a estrutura conta com 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 20 leitos clínicos respiratórios. Dentro dessa área há equipe específica com roupas e materiais de proteção individual, sala de estabilização respiratória com monitores e respiradores.

A unidade também se tornou referência para o Mato Grosso do Sul na CPPRE (Colangiopancreatografia Retrógrada Endoscópica), o procedimento ajuda a desobstruir dutos do aparelho digestivo, previne cirurgias complexas e já beneficiou pacientes com anomalias no aparelho gastrointestinal.

🔥49

Deixe sua opinião