Segurança da fronteira: Tropas do Exército do Mato Grosso do Sul rumam em direção a Roraima

Os blindados que estão sendo enviados ficarão no regimento que será criado em Bela Vista para prestar apoio a brigada de Infantaria de selva - Divulgação CMO

0
44
Banner 300x250

Forças militares do Estado que seguem rumo a Roraima farão a entrega de Blindados para a criação de um novo regimento

O desatacamento Guaicurus deixou Mato Grosso do Sul rumo a Roraima deve levar aproximadamente 21 dias para chegar em Boa Vista  onde farão a entrega de veículos blindados que irão compor o novo regimento em Roraima para prestar apoio a Brigada de Infantaria de Selva e proteger as frointeiras do Brasil com a Venezuela e Guiana
 
Na chamada “Operação Roraima” a previsão de chegada do destacamento é para o dia 3 de fevereiro. São mais de 100 viaturas e 200 militares participando da ação que também servirá como treinamento. Segundo o Comandante do 9° Grupamento Logístico Vinícius Gonçalves de Souza, apesar do desafio a tropa está pronta.
 

“Eu acredito que o 9º grupamento logístico está diante do maior desafio de sua história. Tivemos a oportunidade ao longo do ano de 2023 de sermos preparados através de diversas operações [como] a Operação Formosa, Operação Guarani, Operação Marabá, nas quais nós podemos testar a nossa tropa e adestrar a nossa tropa. De modo que agora diante desse grande desafio nós temos plenas condições de cumprir essa missão“, disse o comandante.

Blindados São 89 viaturas, sendo 28 blindados, 14 Guaicurus, 8 Guaranis, 6 Cascavéis que vieram da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (4ª Bda C Mec), em Dourados até a Capital. Ao todo foram quatro fases divididas da seguinte forma:

  • Fase 1: Concentração dos meios dos meios de  8 a 11 de janeiro;
  • Fase 2: apronto operacional: 12 de janeiro;
  • Fase 3: deslocamento- 13, 14 e 15
  • Fase 4: retorno

Operação Roraima
Os blindados que estão sendo enviados ficarão no regimento que será criado em Boa Vista (RR) para prestar apoio a brigada de Infantaria de selva. Além dos blindados, outros veículos seguem juntos para escoltar o comboio durante todo o percurso de cerca de 2.500 km terrestres e ainda trechos fluviais de mais de 1.200 km com destino a região Norte do país.

No comando da operação está o 18º Batalhão de Transporte, unidade subordinada ao 9º Grupamento Logístico de Campo Grande. Após chegar em Boa Vista as tropas ficam por conta do Comando Militar da Amazônia (CMA). De acordo, com o Comando Militar do Oeste (CMO), toda a dinâmica da atividade faz parte do Programa de Instrução Militar (PIM), responsável por regular o treinamento do Exército Brasileiro.

“O deslocamento estratégico do Esquadrão de Cavalaria Mecanizado da 4ª Bda C Mec rumo à Boa Vista é um exercício logístico para o teste das capacidades técnicas e operacionais das tropas do Exército Brasileiro. Durante o deslocamento, serão testadas as capacidades operacionais e logísticas das tropas, com administração de recursos humanos e materiais (viaturas, equipamentos e suprimento), em uma atividade complexa, com envolvimento de dois Comandos Militares de Área e meios terrestres, fluviais e aéreos”, informou o CMO.

Militares
Dos 200 homens que participam do treinamento, compõe o destacamento militares oriundos dos municípios de Bela Vista, Ponta Porã, Nioaque, Dourados, Jardim. E do Rio Grande do Sul, dos municípios de Alegrete e Santiago. 

Fonte: https://peronico.com.br/noticia/2238/seguranca-da-fronteira-tropas-do-exercito-do-mato-grosso-do-sul-rumam-em-direcao-a-roraima

Relacionado

Deixe sua opinião