Carga de 1,2 tonelada de cocaína apreendida em Fortaleza

Cocaína iria abastecer mercado europeu, diz PF

A quadrilha presa com 1,2 tonelada de cocaína era investigada há mais de um mês após “movimentações suspeitas” no porto do Mucuripe, em Fortaleza. Uma operação da Polícia Federal, Secretaria da Segurança do Ceará e Marinha prendeu seis pessoas em um navio pesqueiro com 1,2 tonelada de cocaína, carga avaliada em mais de R$ 1 bilhão que iria abastecer o mercado europeu.

“Começamos a perceber um movimento muito grande, movimentações suspeitas de carga em um navio no Mucuripe e passamos a fiscalizar. A embarcação zarpou sem autorização e sem rastreador, equipamento obrigatório para quem navega em alto mar”, explica o delegado da Polícia Federal Alan Robson Alexandrino.

“Passamos a acompanhar, e uma embarcação da Marinha fez a abordagem em alto mar, a cerca de 600 quilômetros da costa de Fortaleza, e prendemos seis pessoas que estavam a bordo”, diz. Dos seis presos, quatro são paranaenses, um é paulista; e o sexto, carioca.

A apreensão ocorreu em 16 de agosto e foi divulgada na tarde deste sábado (20).

A droga estava acondicionada sob toneladas de gelo no porão da embarcação e teria como destino a Europa. Além da droga e da própria embarcação, também foram apreendidos celulares, equipamentos e documentos.

Os presos foram interrogados e indiciados pela PF. Eles poderão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e por integrarem organização criminosa, com penas de até 34 anos de reclusão. A polícia segue com as investigações com a análise do material.

A apreensão decorre de cooperação internacional com a Drug Enforcement Agency (DEA) e com a National Crime Agency (NCA), órgãos policiais dos Estados Unidos e Reino Unido, respectivamente.

Droga estava divididas em sacos acondicionados em gelo no porão da embarcação. — Foto: Polícia Federal/ Divulgação

Droga estava divididas em sacos acondicionados em gelo no porão da embarcação. — Foto: Polícia Federal/ Divulgação

https://g1.globo.com/

Deixe sua opinião

%d bloggers like this: